Histórico


Outros sites
 ACavernadoEscriba
 Aeronauta
 AcreditandonoTruque
 ÂngelaVilmaeMônicaMenezes
 BeiradeRio, Correnteza
 BípedeFalante
 Blag
 BlogdoChorik
 CavaleirodeFogo
 ContinhosparaCão...
 Deslocamentos
 EmbrulhonoEstômago
 GavinhasdaAlma
 HerdandoumaBiblioteca
 InscriçõesSempreAbertas
 LeitoraCrítica
 Licuri
 MariaMuadié
 Minicontos
 ModusOperandi
 NãoLeia
 OSolnasBancasdeRevista
 Perdigotos
 PoemasBrutos
 ValsacomBashir
 TicketZen
 VestígiosdaSenhoritaB
 VinteeSeisInquietações


 
Estranhamentos


A hora e a vez de Xique-Xique



Escrito por M. às 13h58
[] [envie esta mensagem] []



Mais um lançamento, mais uma festa

 



Escrito por M. às 18h56
[] [envie esta mensagem] []



Solitudinária

 

40 apartamentos ─ 40 galáxias.

Quase 200 pessoas ─ estrelas esgotadas.

Mais porteiros, visitantes e empregadas estressadas.

E a faxineira que vem toda quarta cantando “bororó, bororó”.

Todos moram comigo.

E eu moro só.

 

Carlos Barbosa, em A segunda sombra, livro de minicontos que será lançado no dia 18 de setembro de 2010, a partir das 10:00, na LDM.



Escrito por M. às 22h48
[] [envie esta mensagem] []



Notícias

 

Ultimamente tenho trabalhado demais e dormido de menos. Sempre algo por fazer. Sempre algo que deixei de fazer. A vida um tanto difícil. O dinheiro muito curto. Mas eu tenho um amor que me compra violetas e chocolate meio amargo; um amor que me lê trechos dos livros que mais gostou e que não me recrimina quando eu adormeço de cansaço no meio de uma frase.



Escrito por M. às 21h11
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]